Sexta-feira, 18 de Setembro de 2009

Uma questão de atitude

Sem conhecimento dos pais e dos professores, o Sr. Vereador Paulo Machado, preparou no seu gabinete, durante as férias lectivas, a solução para resolver os problemas da sobrelotação da Escola EB1 do Monte Novo, que este ano se preparava para ter 200 alunos, distribuídos em horário duplo pelas suas 4 salas.

Tudo parecia perfeito, até a comunidade escolar perceber a poucos dias do início das aulas, que essa solução passava por colocar 5 contentores “provisórios” no recreio da Escola EB1 do Valbom, deslocalizando para lá cerca de 96 alunos, com idades compreendidas entre os 6 e os 9 anos.

Como seria de esperar o caos instalou-se, porque o Sr. Vereador esqueceu-se de que os alunos e os professores não são carga para os contentores e que não se brinca com a vida das famílias das crianças.

Para além desta solução criar uma pressão inaceitável sobre as instalações da escola do Valbom (que passaria a contar com cerca de 216 alunos), levanta sérias questões relacionadas com o transporte escolar das crianças, o apoio de familiares (avós), a capacidade do refeitório, as condições de higiene, a capacidade do recreio, a optimização de recursos materiais e a coordenação da equipa de professores.

Dúvidas para as quais o Sr. Vereador não tem resposta, o que o levou a optar pela estratégia dividir para reinar, colocando os pais e os professores uns contra os outros, responsabilizando-os pelos eventuais prejuízos da não deslocalização, nomeadamente no que se refere, ao aumento de mais uma sala em horário duplo (já existiam três), e ao facto de alguns alunos não virem a ter actividades de enriquecimento curricular (não se sabe quantos).

Isto mostra bem a atitude e a competência deste executivo, que além de não ter preparado de forma conveniente e atempadamente o novo ano lectivo, está a “empurrar com a barriga” o problema da sobrelotação das escolas, uma vez que para o ano o problema irá agravar-se.

Nesta altura do ano, não podendo optar-se por uma solução que salvaguarde todos os problemas, não seria preferível preparar a escola do Monte Novo para poder receber mais uma turma, e avançar com a instalação no próximo ano lectivo de uma escola provisória (enquanto a nova não é construída), devidamente dimensionada e preparada para resolver o problema de todos?

Chega de políticos “faz de conta”. Para termos um ensino público digno em Alcochete temos que virar a página, e isso está nas suas mãos.

 

Jorge Borges da Silva

Candidato à Presidência da Câmara Municipal de Alcochete

publicado por jsdalcochete às 15:39
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. E assim que caminha Portu...

. Actualidade Esfumada

. ...

. Eleições

. O mito da ideologia

. É POR TI!!!!

. E QUEM SERÁ????

. O REGRESSO

. A frase do século!!!

. O desgoverno!

.arquivos

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Abril 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

.links

.Contador

Palm Springs Condos
Palm Springs Lofts
blogs SAPO

.subscrever feeds