Quarta-feira, 29 de Julho de 2009

Maio 2009

Bela Vista

 

 

A Comissão Política Distrital de Setúbal da Juventude Social-Democrata vem por este meio demonstrar a sua preocupação com os recentes eventos decorridos no Bairro da Bela Vista, e descontentamento com a forma com que o Governo da República tem abordado a grave crise social e o consequente aumento da criminalidade no país, sobretudo no distrito de Setúbal.
 
A JSD de Setúbal considera que o sentimento de insegurança é já uma constante para aqueles que residem ou trabalham no distrito, afectando directa e drasticamente o nível da qualidade de vida de todos. Mais preocupante é o facto de não se perspectivar nenhuma melhoria dada a apatia do governo nesta matéria.
 
A passividade do Governo, na forma como lida com a escalada de violência, que se tem vindo a assistir é preocupante e demonstra a falência das políticas seguidas; mais, demonstra a falência de ideias exequíveis que possam mitigar este problema.
 
A actual crise económica mundial tem vindo a vincar os problemas sociais da região, servindo como catalisador de acções criminosas para as quais o governo não tem conseguido ser capaz de dar uma resposta.
 
Ao nível da administração local, a região carece de uma correcta política urbanística, a qual deveria passar pela inclusão cuidada de lotes de custo controlado em malhas urbanas pré-existentes e desta forma atenuar a exclusão social.
 
Desta forma, a JSD Distrital de Setúbal vem defender a necessidade de um reforço efectivo dos meios de segurança na região e uma aproximação das forças de segurança às reais necessidades das populações, tal poderá ser feito de duas formas:
·        Governo Central: reforçando o dispositivo policial.
·        Câmaras Municipais: criando polícias municipais de forma a libertar os agentes da autoridade para o combate ao crime e banditismo.
 
Estas acções deverão ser integradas com uma revisão da legislação em vigor, para que esta se torne mais adequada e capaz de responder aos novos tipos de criminalidade - como por exemplo, a aplicação da proposta recentemente apresentada pela JSD Distrital de Setúbal relativa à redução da idade de inimputabilidade.
 
Afirmamos também que as Câmaras Municipais do Distrito de Setúbal deverão repensar as suas políticas de integração social, que infelizmente têm se revelado insuficientes, e políticas de planeamento urbanístico, visto que a inexistência ou deficiente aplicação das mesmas potenciou a criação de “ghettos” dando origem a fenómenos de exclusão social, tornando bairros periféricos em autênticos “barris de pólvora” como ficou provado com o presente caso no Bairro da Bela Vista.
 
Consciente de que estas propostas se fundamentam no exercício de uma cidadania empenhada e participativa, a JSD espera das entidades supra referidas a tomada de medidas com a urgência que a gravidade da situação justifica.
 
 
Pela Comissão Política Distrital
Pedro Correia de Sousa
publicado por jsdalcochete às 17:42
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. E assim que caminha Portu...

. Actualidade Esfumada

. ...

. Eleições

. O mito da ideologia

. É POR TI!!!!

. E QUEM SERÁ????

. O REGRESSO

. A frase do século!!!

. O desgoverno!

.arquivos

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Abril 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

.links

.Contador

Palm Springs Condos
Palm Springs Lofts
blogs SAPO

.subscrever feeds